Vai um cafezinho aí?

Vai um cafezinho aí?

Com sua origem na Etiópia, até o ano 1000 d.C., o café era usado como estimulante apenas para alimentar os rebanhos durante as viagens mais longas.




Cultivados pela primeira vez em monastérios islâmicos do Yêmen, na Península Arábica, o café foi levado a Constantinopla pelo Império Otomano, onde surgiu a primeira cafeteria do mundo.

Até o século XVIII era uma preciosidade para os árabes. Mas chegou a Europa levado pelos Vienenses que popularizaram o hábito de torrar, moer, coar e toma-lo adoçado e com leite. O famoso café vienense. Mas os primeiros a levar a planta até a Europa e cultivar as primeiras mudas foram os holandeses. Eles também levaram a planta para a América do Norte, se alastrando mundialmente, até chegar ao Brasil, que hoje é o maior produtor de café do mundo e o segundo maior consumidor, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Vai um cafezinho aí?

 

CAFÉ E SEUS BENEFÍCIOS

A bebida mais consumida entre os brasileiros e que dá o nome a principal refeição do dia, o café da manhã, pode trazer vários benefícios ao organismo, se ingerida de forma moderada. Os efeitos são positivos no tratamento e na prevenção de doenças como diabetes, Alzheimer, Parkinson e na proteção do coração.

Vai um cafezinho aí?

Em sua composição, o café possui substâncias antioxidantes que podem ajudar a controlar o processo inflamatório dos vasos sanguíneos, diminuindo a taxa de infarto do miocárdio e o acidente vascular cerebral (AVC).

Tomar café diariamente pode proteger as pessoas de desenvolver a forma mais comum de câncer de fígado.

“Apenas o cheiro do café ajuda a diminuir o estresse.”

Vai um cafezinho aí?

É importante ficarmos atentos, porque da mesma forma que o café nos traz muitos benefícios, seu excesso também pode trazer vários efeitos colaterais como insônia, nervosismo e alteração no ritmo cardíaco, pois a cafeína aumenta o risco de liberação de adrenalina.

E assim o café nosso de cada dia está presente nas salas de espera, nos consultórios, nos trabalhos e nos intervalos de palestras. E se tornou um importante hábito na vida dos brasileiros.

“Afinal… o dia só começa depois do café.”

 

 

Leia nossa indicação e post “Oleaginosas e nossa saúde”

Siga nosso insta @PensarBemViverBem





Deixe seu comentário