Simplicidade

Simplicidade

Pessoas, autoridades, lideranças, potentados que têm algum tipo de poder, de riqueza, de mando muitas vezes são admiradas pela simplicidade. Elas vivem de forma simples sem carregar qualquer ostentação inútil. Uma das pessoas que mais tratou do tema da simplicidade, inclusive no campo da arte, foi Pablo Picasso(1881-1973), inesquecível pintor espanhol.




Picasso defendia com veemência a percepção da simplicidade, inclusive, nas estruturas geométricas, nas suas grandes produções nas artes plásticas. É curioso porque, embora tivesse a pintura como seu veículo para a simplicidade, ele tinha um nome nada simples: Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remédios Cipriano de la Santíssima Trinidad Ruiz y Picasso. Ao adotar Pablo Picasso, ele clarificou a ideia de simplicidade.

Picasso dizia algo muito inteligente: “Gostaria de viver como um pobre com um mote de dinheiro”. Viver como um pobre, isto é, com uma vida mais simples, mas que ele não tivesse a miséria, não tivesse carência insolúvel.

Boa a ideia de simplicidade, não ter carências insolúveis, mas tendo a pobreza como sendo o ideal também.

 

 

Texto escrito pelo…

Mario Sergio Cortella

 

Compre o Livro “Pensar Bem nos Faz Bem Vol” do filósofo Mario Sergio Cortella.

 

Mario Sergio Cortella é um filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro mais conhecido por divulgar questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.

Outros Livros do filósofo Mario Sergio Cortella:

 

Deixe seu comentário