Será que o sexto sentido das mulheres realmente existe?

Será que o sexto sentido das mulheres realmente existe?

O ser humano dispõe de 5 sentidos (tato, olfato, audição, visão e paladar), mas há algo a mais: a intuição. A opinião popular insiste em dizer que esse é um privilégio das mulheres. Será que é verdade?




O sexto sentido é o saber que não faz sentido, saber antecipado. Uma mulher sabe quando alguém a olha diferente, quando alguém a quer, quando alguém a odeia. Talvez não seja exatamente algo além da percepção natural, talvez seja a atenção redobrada a tudo o que acontece à sua volta. O sexto sentido não é comprovado cientificamente, porém não há quem possa dizer que ele realmente não existe. Não como um sentido extra, além dos cinco, mas uma mistura deles que se mostra de forma não concreta e se manifesta por meio da certeza sem base.

Tornar-se mulher

Como Simone de Beavouir disse, não se nasce mulher, torna-se mulher. Isso quer dizer que as características femininas são criadas com o tempo. De uma forma ou de outra, o resultado é o mesmo: mulheres. A figura feminina moderna é feita para exercer múltiplas funções: mãe, dona de casa, trabalhadora, esposa, amiga… Provavelmente por essas exigências do mundo as mulheres precisaram se adaptar. O que significa um pensamento mais acelerado e focado em várias áreas ao mesmo tempo. Vários testes já provaram que as mulheres pensam diferente dos homens, o que não prova que os cérebros nascem diferentes, mas que se formam de maneira diferente.

Pegando as informações no ar

Por essa capacidade, esse treino, a mulher é capaz de pensar em várias coisas ao mesmo tempo e, dessa forma, entender mais rapidamente o que acontece. O sexto sentido é o poder de perceber as coisas no ar, sem realmente se concentrar nelas. As informações chegam de forma indireta e estão ali, mesmo que não tenham sido solicitadas. É o subconsciente agindo sem permissão. Contudo, o resultado não é nada ruim. Os homens, sem essa prática, tendem a não entender o que acontece à sua volta, muito menos antes que se realize.

O sexto sentido feminino existe sim, mas não é algo que nasce para ser da mulher. É algo que as mulheres conquistaram em sua jornada. Ele alerta e muitas vezes evita que eventos ruins venham a se tornar realidade. Quem nunca percebeu que um conselho de mãe salvou seu dia?

Acredite em si mesma

As mulheres não devem duvidar daquilo que sentem, mesmo que não tenham provas. Acredite em si mesma e no seu subconsciente. Na maior parte das vezes ele está certíssimo, pouco importa de onde veio a informação. O que vale é que ela está ali.

O cérebro humano é absolutamente incrível, confie nele, que ele sabe o que faz. A mente feminina é mais ativa que a masculina, assim consegue captar mais dados.

O que é indispensável para que o sexto sentido funcione é a autoconfiança. Se duvidar dessa capacidade, ela não funcionará como deveria. É o tipo de sentimento em que não se deve pensar muito, para não perder sua essência inicial. O primeiro sinal é que é o mais certo.

 

Leia nossa indicação e post “9 Coisas para se fazer para diminuir o estresse”

Siga nosso insta @PensarBemViverBem





Deixe seu comentário