Religião e Filosofia

Religião e Filosofia

Mario Sergio Cortella e um de seus excelentes textos sobre “Religião e Filosofia”.



Houve uma época, na história ocidental, em que a Filosofia foi colocada como serva da Teologia, isto é, da religiosidade. Durante o período medieval, por exemplo, quando são formadas as primeiras universidades, entendia-se que o estudo teológico tinha que ter a Filosofia como sua auxiliar, a chamada posição ancilar, porque ancilla em latim significa serva, aquela que serve.

Mas, no mundo do Renascimento e, mais tarde, no mundo da contemporaneidade, dentro do Iluminismo do século XVIII, a Revolução Francesa, as democracias, o laicismo, a possibilidade de não se ser obrigado a ter uma religião fizeram com que se colocasse filosofia e religião como opostos, o que não é necessariamente algo que tenha veracidade; não há incompatibilidade.

Antoine Rivarol, escritor francês, grande até, mas defensor da monarquia durante a Revolução Francesa, foi autor de várias máximas e, numa delas anotou que “um pouco de filosofia afasta-nos da religião, e muita filosofia nos faz voltar a ela”.

Aliás, com essa ideia, ele retoma uma assertiva que também era de Francis Bacon, que ao escrever, antes dele, um ensaio sobre ateísmo, dizia que: “Filosofia um pouquinho nos leva, às vezes, a sair fora do campo da religião, mas quando a gente se aprofunda na filosofia, a religião volta com uma certa força”.

É algo a ser pensado. Afinal, religião e filosofia não obrigatoriamente são incompatíveis.

Mario Sergio Cortella

 

Compre o Livro “Pensar Bem nos Faz Bem Vol.1” do filósofo Mario Sergio Cortella.

 

Mario Sergio Cortella é um filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro mais conhecido por divulgar questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.

Outros Livros do filósofo Mario Sergio Cortella:

 

Deixe seu comentário