Padre Fábio, Angélica e Lucas Lucco e a luta contra a “Síndrome do Pânico”

Padre Fábio, Angélica e Lucas Lucco e a luta contra a “Síndrome do Pânico”

Padre Fábio, Angélica e Lucas Lucco lutam para enfrentar um transtorno invisível, mas que causa bastante sofrimento para quem tem.

Os famosos compartilharam isso com os fãs e muitos deles se identificaram, tanto por terem o mesmo problema ou por terem pessoas na família que passam pela mesma situação.




No caso da Angélica ela passou por uma situação traumática em um episódio do avião que teve falha mecânica com ela e a família a bordo. É bem compreensível a pessoa ter pânico de lembrar na possibilidade de perder aqueles que você tanto ama.

Lucas Lucco informou que tinhas crises e surtos que o impediam de sair de casa e trabalhar. Ele relatou que a maioria das pessoas não compreendiam seus medos e eram pouco empáticas com a sua situação.

Padre Fábio também relatou que teve surtos em que se escondia debaixo da cama e ficava sem sair de casa por medo de algo acontecer. Ele relata que chegou a duvidar da sua fé por causa da doença.

Essa síndrome consiste em sintomas que envolvem ansiedade. A pessoa pode ter sintomas físicos como medo de perder o controle da situação, sensação de perigo, medo de morte ou de tragédias, insegurança, dormência do rosto ou outras partes do corpo, taquicardia, palpitações, sudoreses.

Normalmente esses sintomas são decorrentes de estresse, gerado por algum episódio que causou medo ou pânico na pessoa. Depois o indivíduo pode ter os sintomas da síndrome mesmo que não esteja acontecendo nada, mas seus pensamentos criam uma situação e a pessoa começa a sentir medo.

Felizmente, a síndrome do pânico tem tratamento. A pessoa deve buscar ajuda médica e psicológica, mas normalmente ela tem uma melhora de vida significativa praticando exercícios, mantendo uma alimentação saudável, fazendo meditação, e contando com a ajuda de amigos e familiares.

 

Leia nossa indicação e post “MEDO DE SAIR DE CASA – A VIDA COM SÍNDROME DO PÂNICO”

Siga nosso insta @PensarBemViverBem





Deixe seu comentário