Os efeitos da pirraça

Os efeitos da pirraça

Pirraça, segundo o Dicionário Online de Português, significa “coisa feita por acinte, de propósito; desfeita; teimosia.”

Por causa de teimosias muitas pessoas conseguem aquilo que desejam. Mesmo tratando-se de persistência, em alguns casos, teimar é um remédio que pode salvar uma vida ou mudar diversas. Teimar em um desafio, teimar em uma carreira, em uma prova. Então, visto por esse ângulo pirraça não é tão ruim assim, já que consta como uma característica do sucesso, porém sua identidade pode ser amarga e com péssimo papel.




Normalmente quando se pensa em teimosia tem-se a ideia de uma criança emburrada que não quer fazer algo, contrariando o pai ou a mãe, batendo o pé. Esse tipo de pessoa que não desiste facilmente nessa visão não está fazendo pelo seu próprio bem, mas sim para seu ego, sua vontade. Se uma pessoa superar seus desafios por questão de um problema de saúde e vencer, por exemplo, o câncer por pirraça, aí a alusão é excelente. Agora, seguindo o exemplo anterior que se possui de uma ideia consolidada faz mal para a iniciativa motivacional.

Os efeitos da pirraça

Mudar de lado, de situação fez bem para a explicação e revela o quão importante uma palavra pode significar em um entendimento. Não que teimar a todo momento seja correto, não é essa intenção, agora revelar que para enfrentar adversidades como mudança de carreira (era professor e deseja ser engenheiro), fazer pirraça nesse sentido faz bem e talvez pode desenvolver o profissional que estava dentro de você.

Jovens costumam fazer pirraça em matérias difíceis. Essa ideia parte da premissa de conquistar a aprovação, certificação. É importante aprender alguns conteúdos para a prática, talvez o momento seja difícil, essa parte da matéria é maçante demais, contudo teimar em aprender pode fazer a diferença e agregar na sua escolha curricular.

Os efeitos da pirraça

Sejas paciente! A paciência é um comportamento que pode medir e trazer o diferencial da pirraça. Esperar sem ter feito algo para se destacar ou ter feito alguma coisa é esperar em vão. Enquanto aguarda a oportunidade, continue estudando, especializando-se, fazendo networking, contatos. Para persistir, teimar, é necessário muita energia. Então, nada melhor que cuidar de si. Arrume tempo para rever suas potencialidades, onde pode melhorar, onde pode aprender. A sempre algo para aprender e contribuir, seja conhecer áreas diferentes da sua ou funções.

 

Leia nossa indicação e post “Quando tudo vai estar bem?”

Siga nosso insta @PensarBemViverBem





Deixe seu comentário