NEUROCIÊNCIA: LOBOS CEREBRAIS

NEUROCIÊNCIA: LOBOS CEREBRAIS

Já há algum tempo pesquisadores vem investigando áreas cerebrais e suas respectivas funções para o comportamento e cognição humana. A principal e mais simples divisão do cérebro se refere aos quatro lobos cerebrais, o frontal, parietal, temporal e occipital. A seguir iremos discutir algumas das funções associadas à cada uma dessas áreas.




  • Frontal

O lobo frontal é responsável pelo processamento motor e processos cognitivos superiores, por exemplo na resolução de problemas, raciocínio abstrato, planejamento e julgamento (STUSS; FLODEN, 2003). Além disso, é nessa região que ocorrem muitos processos cruciais relacionados à fala. Uma área mais específica do lobo frontal, o córtex pré-frontal, é incumbida com o controle motor complexo e atividades que requerem integração de várias informações (GAZZANIGA; IVRY; MAGNUN, 2002), e inclusive, é no lobo frontal que se encontra o córtex motor primário, o qual, submetido à estimulação elétrica, resultaria no movimento de alguma parte do corpo.

Por fim, o lobo frontal desempenha um papel na personalidade e no movimento intencional do corpo.

  • Parietal

O lobo parietal se localiza na região superior da cabeça, sendo responsável principalmente pelo processamento somatosensorial (sentidos humanos), ou seja, recebe informações oriundas de neurônios em relação ao toque, dor, temperatura, e posicionamento corporal (CULHAM, 2003; GAZZANIGA; IVRY; MANGUN, 2002). Ao estimular eletricamente o córtex somatosensorial, você sentiria como se alguém estivesse te tocando em determinadas regiões do corpo. Por fim, o lobo parietal também está envolvido nos processos referentes à consciência e atenção.

  • Temporal

O lobo temporal se localiza imediatamente às têmporas, sendo responsável pelo processamento da audição, compreensão da linguagem (MURRAY, 2003) e na retenção de memória visual

  • Occipital

O lobo occipital se encontra na parte de trás da cabeça e está envolvido com o processamento visual (DE WEERD, 2003). Nessa região se encontram várias áreas visuais responsáveis por funções específicas, por exemplo, no processamento de cores, movimento, forma, etc (GAZZANIGA; IVRY; MANGUN, 2002).

Leia nossa indicação e post “É possível chegar a perfeição do ser humano?”

Siga nosso insta @PensarBemViverBem





Deixe seu comentário