Felicidade ou Morte

Felicidade ou Morte

“Ser feliz” tem sido um imperativo do nosso tempo. Somos seduzidos diariamente por promessas de felicidade, seja em objetos de desejo, estilos de vida, seja em metas a serem alcançadas.




Vivemos em uma época de muitas possibilidades de escolhas. Ao mesmo tempo, que podemos buscar o que acreditamos que nos faria feliz, nunca nos deparamos tanto com a depressão ou infelicidade.

O que de fato nos deixa feliz? Sabemos o que queremos? Liberdade seria condição para felicidade? Estas são algumas das reflexões presentes no encontro do filósofo Clóvis de Barros Filho e o historiador Leandro Karnal.

Confira o vídeo debate:

De filmes e livros a propagandas de televisão, a todo momento somos instados a ser felizes. Pois, como diria o poeta, “é melhor ser alegre que ser triste”. O desejo pela felicidade parece ser mesmo uma constante de nosso tempo. Clóvis de Barros Filho e Leandro Karnal passeiam pela história e pela filosofia para pontuar como cada época e sociedade estabelecem sua própria definição das circunstâncias para o que seja uma vida feliz. E questionam se, sendo livres para escolher entre tantas possibilidades, estamos de fato mais próximos desse ideal.

O livro é certamente um encontro feliz entre os dois autores, que não deixam de tocar em aspectos mais desafortunados do tema, presentes quase como uma sombra indissociável de nossa condição humana. Afinal, poderia a felicidade denunciar certo contentamento com o infortúnio alheio? Ou estaria ela no amor pelo outro? Sem a felicidade, o que nos resta?

Compre o Livro “Felicidade ou Morte” no link abaixo:

 

Deixe seu comentário