Autenticidade

Autenticidade

Mario Sergio Cortella e um de seus excelentes textos sobre “autenticidade”.




Autêntico é aquele que coincide com ele mesmo. Aquele que ensina o que sabe e pratica o que ensina. Quem não pratica o que ensina perde a autenticidade. Perde validade no modo de ação, de reflexão, de pensamento. Vez ou outra, usamos uma expressão do latim, que pareceria óbvia, mas não é, Nemo dat quod non habet, que significa “ninguém dá o que não tem”.

O sentido da frase é mais profundo. Uma pessoa que não tem lisura, que não tem decência, que não tem honestidade como convicção interna, não oferecê-la. Perde autenticidade. Praticar o que se ensina, isto é, evitar dizer uma coisa e fazer outra, é uma conduta ética que queremos o tempo todo, em todos lugares.

Autenticidade, uma pessoa verdadeira, que carrega em si a possibilidade de não ser desviante das trilhas em relação àquilo que pensa, àquilo que coloca e àquilo que age. Autenticidade é um valor ético a ser partilhado, ensinado e, acima de tudo, praticado com as crianças.

É parte do nosso aprendizado coletivo.

Mario Sergio Cortella

 

Compre o Livro “Pensar Bem nos Faz Bem Vol” do filósofo Mario Sergio Cortella.

 

Mario Sergio Cortella é um filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro mais conhecido por divulgar questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.

Outros Livros do filósofo Mario Sergio Cortella:

 

Deixe seu comentário