Alegria cívica

Alegria cívica

Mario Sergio Cortella e um de seus excelentes textos sobre “Alegria cívica”.




Alegria cívica é uma coisa a ser ensinada. Não se trata de ufanismo tolo, mas existe, dentro do civismo, como na vida em conjunto na sociedade, algo que tem de nos alegrar.

Nessa nossa convivência em uma democracia temos eleições e a nossa participação política, que já se dá no dia a dia, acontece de um modo especial, que é com a possibilidade de votar, escolher aqueles e aquelas que vão dirigir, em nosso nome, nossa sociedade, nossa cidade, nossas leis, nossa comunidade.

É importante para uma criança ou para um jovem entender que, adultos, somos capazes de demonstrar alegria pela possibilidade de ir votar. Há pais e mães que deseducam os jovens dizendo: “Poxa vida, domingo eu tenho de ir para a eleição, se eu não fosse obrigado…” Dão um ar amargo a um momento de júbilo, por sermos capazes de escolher os nossos destino coletivamente.

“Poxa, tenho de sair”, “Por que eu não fico em casa?”, “Logo num domingo…”. Reclamou, deseducou.

A criança e o jovem podem aprender com o adulto que atitude cívica é algo gerador de alegria e cidadania.

 

Mario Sergio Cortella

 

Compre o Livro “Pensar Bem nos Faz Bem Vol” do filósofo Mario Sergio Cortella.

 

Mario Sergio Cortella é um filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro mais conhecido por divulgar questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.

Outros Livros do filósofo Mario Sergio Cortella:

 

Deixe seu comentário