7 Características que uma pessoa com “depressão oculta” fazem

7 Características que uma pessoa com “depressão oculta” fazem

Pessoas que se sentem deprimidas são geralmente fáceis de detectar: ​​podem ser sombrias, tristes, e apáticas. Mas e aquelas que escondem a depressão? Elas podem ser extrovertidas e boa companhia! Esse é o problema com a depressão oculta, pois estes doentes são especialistas em dissimular a situação real. Como podemos identificá-los, e ajudar? Aqui estão 10 coisas típicas que as pessoas com depressão oculta fazem, que nos ajuda a entender que algo não está certo.



1. Podem ser extrovertidas e alegres

Pesquisadores da University of Rochester Medical Center descobriram que a depressão é difícil de ser detectada quando as pessoas têm uma disposição alegre, especialmente se idosas. A equipe de investigação pensou que os introvertidos seriam aqueles com dificuldades de sair de sua depressão, mas parece que o oposto se tornou verdade. Não devemos tomar como certo que uma pessoa alegre e sociável é imune à depressão. Devemos procurar alguns sinais indicativos e acima de tudo, devemos ser sempre ouvintes empáticos.

2. Podem esconder sua depressão

Elas podem se sentir envergonhadas ou simplesmente temer perder o emprego, por conta dos dias de licença causados por esses problemas de saúde mental.

3. Podem precisar de cura ou encerramento de algum trauma passado

Imagine a anfitriã perfeita: ela tem filhos maravilhosos, uma carreira gratificante e um casamento estável. Ainda assim, pode ser que haja um episódio doloroso na vida dessa pessoa que nunca foi devidamente curado. Os psicólogos têm um acrônimo para este tipo de pessoa que é o PRC (Pessoa com Depressão Perfeitamente Oculta). O display externo de confiança e felicidade está em nítido contraste com o que está acontecendo lá dentro. O problema é muitas vezes ignorado, especialmente pelo sofredor que pode acabar cometendo suicídio. A tragédia é que ninguém jamais foi capaz de detectar os sinais, ou o doente nunca teve a coragem de falar com alguém. Nós devemos sempre ouvir atentamente quando um amigo ou companheiro nos conta sobre sua exaustão e ansiedade.

4. Podem ter hábitos alimentares anormais

A maioria dos especialistas acredita agora que pode haver uma forte ligação entre transtornos alimentares e depressão. Estas são duas doenças distintas, embora uma possa conduzir à outra, ou as duas surgirem simultaneamente. Mais e mais homens estão sofrendo de distúrbios alimentares. Pode haver muitas causas, tais como pressões da mídia, imagem corporal / exercício e depressão. Se você perceber que um ente querido está com alterações de apetite, tente falar com ele sobre começar um tratamento. Depressão oculta pode muito bem ser o gatilho dessa situação.

5. Eles podem ser não-comprometedora sobre a sua felicidade

Muitas vezes, as pessoas com depressão oculta exibem uma falta de entusiasmo por coisas que costumavam amar fazer. Se a pessoa afirma que certamente não está deprimidas, mas simplesmente não se importa mais, este pode muito bem ser um sinal de que algo está errado. Conseguir fazer a pessoa a falar sobre seus problemas, geralmente é o primeiro passo na busca de tratamento.

6. Podem apresentar irritação e raiva

Costumamos associar depressão com apatia, desespero, pensamentos melancólicos e choro. Mas há outros sintomas de depressão que muitas vezes passam despercebidos porque são simplesmente descartados como explosões temporárias. São assumidos como apenas “frustrações” no radar de uma pessoa e podem ser ignorados com segurança. A verdade é que explosões de raiva e irritação são manifestações frequentes de depressão. Muitos homens escolhem esta forma de expressar sua depressão.

7. Podem não dormir o suficiente

Se o seu amado está se queixando de não dormir o suficiente (ou mesmo dormir demais), pode ser um sinal de alerta de que há algo errado. Estes problemas de sono podem ser apenas o sinal exterior de uma causa mais profunda e preocupante, como a ansiedade, letargia ou depressão. Problemas de sono e depressão estão muitas vezes intimamente ligados. Vale sempre a pena sondar suavemente para descobrir qual pode ser a causa, se a pessoa estiver disposta a se abrir.
Muitos casos de depressão não são detectados nem tratados, muitas vezes levando a resultados trágicos. 10% a 15% das pessoas com depressão grave não tratadas cometem suicídio. Como vimos acima, as pessoas podem esconder ou fingir. Às vezes, eles apenas mantém como um segredo obscuro que nunca querem revelar. O desafio é ficar atento a possíveis sinais e ajudar a pessoa a receber tratamento.

 

Leia nossa indicação e post “Jim Carrey e seu resumo perfeito sobre a depressão”

Siga nosso insta @PensarBemViverBem




Deixe seu comentário